Eficiência é quando a ideia e ação andam de mãos dadas
Receitas para a eficiência.

Mais lanches para maior conveniência

Nos dias agitados de hoje, os consumidores exigem maior conveniência. Cereais e barras de cereal para o café da manhã, pequenas porções práticas para o almoço e lanches para viagem; preparações simples e misturas para refeições rápidas ou até substitutos de refeições têm sido desenvolvidos para satisfazer esse estilo de vida.

 

As vendas de lanches em todo o mundo superaram US$ 374 bilhões em 2014, segundo um artigo do especialista em pesquisa de mercado Nielsen. Europa e América do Norte lideraram com a maior parte das vendas, seguidos da região Ásia Pacífico e América Latina. A pesquisa Nielsen Global Survey of Snacking, que ouviu mais de 30.000 consumidores online em 60 países, revelou que o sabor, a textura e os cuidados com a saúde são as maiores preocupações dos consumidores ao escolherem lanches.

 

Mercados diferentes, preferências diferentes

A maior parcela de vendas de lanches na Europa e no Oriente Médio/África foi em produtos de confeitaria como chocolate, balas e gomas de mascar. Todavia, um quinto das vendas na América do Norte foi de lanches temperados; os lanches resfriados atingiram quase um terço das vendas na região da Ásia Pacífico, e os bolos e biscoitos responderam por mais de um quarto das vendas na América Latina, onde o crescimento mais rápido aconteceu no segmento de snacks temperados, incluindo crackers, bolinhos de arroz e salgadinhos (tipo chips). Lanches temperados considerados suplentes de refeições também mostram forte potencial de crescimento, pois a preocupação com a saúde tem sido prioridade para os consumidores.

A pesquisa Nielsen [www.nielsen.com] mostrou que 76% dos consumidores escolhem lanches com frequência ou ocasionalmente entre refeições ou para satisfazer um desejo, enquanto 45% consomem lanches como uma alternativa de refeição: 52% para o café da manhã, 43% para o almoço e 40% para o jantar. Uma vida agitada nos leva a fazer refeições rápidas, portanto lanches que incluem opções saudáveis e convenientes garantem ótimas oportunidades para os fabricantes de produtos do gênero.

 

Variedade e opções saudáveis

A variedade de lanches que estamos acostumados a consumir, quase sempre inclui diversas opções como biscoitos e bolos, sanduíches, crackers, tipo chips e salgadinhos, nozes e sementes, cereais e outros.

As preferências do consumidor monitoradas por Nielsen também apresentaram tendências em relação a todos os ingredientes naturais e a exigência por produtos sem cores e sabores artificiais, OGMs (Organismos Geneticamente Modificados) e sem cafeína. Lanches sem glúten mostraram grande popularidade, assim como os produtos com baixo teor de açúcar, sal, gordura, calorias e carboidratos. Produtos contendo ingredientes benéficos como fibra, proteína e grãos integrais também foram bem indicados.

 

Lanches conquistaram uma “fatia” maior

Bolos, biscoitos, tortas, entre outros: Na Iba do ano passado, a feira líder mundial de negócios para panificação, confeitaria e lanches, os temas sobre lanches receberam grande destaque. A nova exposição 2015 'SnackTrendS' durante a Iba mostrou a grande variedade e o potencial dessa indústria. Além de várias sessões de consultoria, a feira de negócios também ofereceu workshops e demonstrações ao vivo; como exemplo, os novos conceitos para café da manhã, lanches e tortas.

Uma visão abrangente de opções foi condensada em um novo “Guia de Lanches” (SnackGuide), fornecendo aos visitantes da feira uma relação de empresas especializadas no assunto, desde produtos congelados, alimentos finos, lanches frescos e pratos quentes até tecnologia, embalagens, fornos e muito mais.

 

Padrões de lanches

Os participantes da exposição SNAXPO 2016 foram encorajados a prestar maior atenção aos padrões de lanches. Um típico café da manhã pode ser saudável e satisfatório, porém os fatores “conveniência” e “praticidade” são indicados como os que mais influenciam na escolha de produtos considerados os parceiros do nosso dia a dia. As refeições precisam ser não apenas adequadas para o consumo nas mesas de trabalho, no transporte e em casa após um dia cansativo; os consumidores desejam também algo conveniente e fácil de preparar.

 

Produtos de panificação lideram as tendências de lanches

A International Dairy-Deli-Bakery Association (IDDBA), EUA, revelou recentemente que o mercado de panificação espera vivenciar um crescimento maciço nos próximos anos, relacionando lanches como fatias de bolo, pavês, pães e bolinhos. Ingredientes como a quinoa e o amaranto também ganharam espaço, tornando a variedade de lanches mais atraente do que nunca.